Tsu: conheça rede social que paga seus usuários

Tsu: conheça rede social que paga seus usuários

Criada em outubro de 2014, rede social TSU é gratuita e cresce mais do que Facebook e twitter, mas precisa de convite para entrar. Saiba como conseguir o seu convite!

0
COMPARTILHE
tsu o masculino
Rede social paga seus usuários por interações. Foto: Reprodução/Capa TSU

Uma nova rede social ainda pouco conhecida, apesar de estar completando um ano, vem mudando a maneira com a qual as pessoas se relacionam virtualmente. Mesmo possuindo ferramentas de publicação e de interação muito parecidas com as disponíveis em outras redes, como Facebook e Twitter, a TSU (a pronúncia correta é ‘sue’) possui um diferencial: 90% do valor arrecadado é dividido entre os usuários.

Um pouco difícil de acreditar, não é mesmo? É exatamente por isso que decidimos fazer este texto para tirar algumas dúvidas sobre a nova rede social, deixando para você a opção de entrar ou não. Apesar de ser preciso ter um convite para acessar, o cadastro é totalmente gratuito e não há limites de postagem ou de interação.

Se quiser criar seu perfil, basta clicar neste link que você já estará convidado!

Conheça melhor a rede social TSU

O Tsu é uma rede social que recompensa os usuários por sua atividade. De acordo com o fundador e CEO Sebastian Sobczak, Tsu significa “estética ideal” em japonês. Sobczak é americano e estudou na Universidade de Columbia. Ela se difere do Facebook apenas na questão da remuneração e o layout, pois o restante é muito parecido. Assim, é possível compartilhar fotos, vídeos e outros tipos de conteúdo com seus amigos e seguidores. Como no Facebook, existe uma timeline e a possibilidade de definir com quem você deseja compartilhar: amigos, amigos de amigos, público geral.

Leia também:

Como deixar a cerveja gelada em 2 minutos!

Câmera grava 1 trilhão de quadros por segundo e captura a viagem da luz

De acordo com informações do próprio site, 90% do que é arrecadado com anúncios será repassado para os usuários. Em troca, o Tsu pede que o conteúdo criado seja publicado primeiro por lá. Quem indica novos cadastrados também tem direito a recompensas. Segundo informações do Huffington Post, já são 4,5 milhões de perfis criados na rede social, número considero bom por especialistas e com crescimento superior a Facebook e Twitter.

Remuneração pelo Tsu

A definição do valor a ser pago para os usuários segue uma fórmula “secreta”, que possui variáveis de acordo com cada caso. Dos U$ 100 de receita, US$ 90 são divididos pelos usuários. Se quatro deles compartilham o conteúdo, a divisão fica assim: o criador do conteúdo original recebe 50% dos restantes US$ 90. O primeiro usuário a compartilhar obtém 33,3%. Quem compartilha em segundo grau recebe 11,1%. Neste caso, US $ 9,99. O compartilhamento em terceiro grau gera 3,70%.

Para receber os valores, os usuários podem optar por transferir os fundos para o “banco” de um amigo, para a caridade ou para outros membros do Tsu. Os valores começam a ser pagos a partir do momento em que atingirem um mínimo de US$ 100.

Um dos exemplos conhecidos de pessoas que ganharam com a nova rede TSU foi publicado no site da revista “Fast Company”. Nele, Andrew Fromm, compositor de hits para Selena Gomez, Backstreet Boys e N’Sync, afirmou que recebeu US$ 100 após três semanas utilizando a rede social. Quando perguntado se o valor era pouco, ele comparou com os US$ 18 recebidos em serviços de streaming no mesmo período.

A dica é para que você acesse, conheça e veja se a nova rede TSU se encaixa no seu perfil!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA