Fazer dieta funciona? Os prós e contras das mais famosas

Fazer dieta funciona? Os prós e contras das mais famosas

Saiba quais são as vantagens e desvantagens das 5 dietas mais famosas atualmente e decida se vale a pena ou não entrar nessa!

0
COMPARTILHE
dieta o masculino
Na urgência por perder peso muitas pessoas acabam prejudicando a própria saúde com dietas malucas. Foto: Shutterstock

Todo dia surge uma nova dieta que promete emagrecer rapidamente, sem que haja – pelo menos na teoria – grande esforço. Mas, muita gente já caiu em promessas como esta e acabou na estatística do famoso efeito sanfona, quando não prejudicou de alguma maneira a própria saúde em busca destes milagres. Aí vem sempre a pergunta: será que vale mesmo a pena fazer dieta ou existe alternativa?

As dietas mais restritivas estão entre as mais famosas, o que acaba preocupando os especialistas em nutrição que muitas vezes se colocam radicalmente contra diversas delas. O alerta é sempre o mesmo: restringir a ingestão de certos alimentos pode causar um desequilíbrio sério no organismo, prejudicando a saúde.

Por isso, resolvemos fazer uma relação das cinco dietas mais famosas atualmente e apresentar os prós e contras. O objetivo é apresentar informações que possam ajudar você a decidir se faz ou não qualquer uma delas. Vale lembrar que toda dieta deve ser indicada e acompanhada por um profissional de nutrição.

As 5 dietas mais famosas: prós e contras

Dieta DASH – Surgiu nos EUA e vem sendo recomendada por muitos nutricionistas e médicos, principalmente por não ser restritiva como as demais. De acordo com os especialistas, ela pode ajudar a perder peso e ainda evitar doenças como hipertensão e AVC. Apesar de ser muito usada para perder peso, o objetivo principal dela é baixar a pressão arterial. É bem fácil de fazer e você não precisa comprar produtos específicos e caros.

A principal desvantagem conhecida é que por causa do incentivo a ingestão de fibras, algumas pessoas sentem muita dificuldade para continuar a dieta. Além disso, o fato de não ter como objetivo principal o emagrecimento leva muita gente a parar de seguir por não ver os ‘resultados esperados’ chegando rapidamente.

Dieta Mediterrânea – Trata-se de uma dieta que segue os costumes alimentares de quem vive nos locais banhados pelo Mar Mediterrâneo, sendo vista também como uma das saudáveis da atualidade. Ela também possui a vantagem de não ser restritiva, indicando apenas a redução drástica do consumo de alimentos industrializados e doces. Com isto, a perda de peso e as melhorias na saúde poderão ser alcançadas.

Em relação às desvantagens que podem ser apontadas, destacamos a necessidade de ingerir diariamente certa quantidade de vinho, o que pode ser um problema para quem não gosta. Além disso, há uma dificuldade enorme em se tirar da nossa alimentação diária os alimentos industrializados, principalmente para quem possui uma rotina mais pesada. O fato de que os resultados não vêm muito rápido também é apontado por algumas pessoas que resolveram seguir e desistiram.

dieta o masculino
A simples eliminação de alguns alimentos não resolve o problema e ainda pode levar ao desequilíbrio do organismo. Foto: Shutterstock

Dieta da Proteína – Esta dieta foi desenvolvida pelo médico norte-americano Robert Atkins, se tornando uma das mais utilizadas em todo o mundo. Apesar de ser apontada como a que dá mais resultados e um curto espaço de tempo, ela é muito contestada, pois o exagero em sua aplicação – principalmente por longo tempo – tem levado muitas pessoa as desenvolver problemas de saúde.

Entre as principais desvantagens podemos destacar a restrição drástica no consumo de carboidratos (abaixo do que é recomendado pela Organização Mundial de Saúde, que deve ficar entre 55 e 75% do total de calorias diárias). Com isso, o organismo tende a converter gordura em energia, o que leva à liberação de corpos cetônicos que em grande quantidade no organismo podem prejudicar as células e também causar mau hálito.

Outra desvantagem da dieta da proteína é a recorrência de quadros de tonturas, fraqueza e desmaios, além da rotineira constipação intestinal (prisão de ventre) por causa do baixo consumo de fibras. Podemos destacar também que, com o consumo de alimentos protéicos, a quantidade de gordura saturada e colesterol é elevada, aumentando assim os níveis de colesterol ruim (LDL), o que pode levar ao desenvolvimento de problemas cardiovasculares. A sobrecarga renal por causa do consumo excessivo de proteínas pode levar à insuficiência renal.

Dieta das frutas – Ela foi criada pelo nutricionista norte-americano Jay Robb e, apesar disso, não é recomendada por grande parte dos especialistas, principalmente por sua característica muito restritiva, o que segundo eles pode causar sérios prejuízos à saúde. Esta dieta é considerada como um regime de emergência, não podendo ser seguido por mais de 3 dias, pois pode colocar a sua saúde em risco.

A principal desvantagem é que se trata de uma dieta muito restritiva, com a ingestão de poucas calorias, o que leva muitas vezes às tonturas, fraquezas, cansaço e indisposição. Isto acontece pelo fato de que o fornecimento de energia é insuficiente para o bom funcionamento do organismo. Outro fator que precisa ser destacado é que com esta dieta há uma perda rápida de peso, por causa da queima da gordura e também de massa muscular, o que torna o metabolismo mais lento e aumenta a dificuldade de perder peso definitivamente, levando ao famoso efeito sanfona.

A exclusão de grupos alimentares como é os carboidratos, hortaliças, leguminosas e gorduras pode provoca fraqueza, tontura e à falta de aminoácidos e proteínas essenciais ao nosso organismo. Além disso, a restrição às gorduras podem gerar um desequilíbrio no organismo, pois elas são responsáveis pela produção de determinados hormônios e pelo transporte de vitaminas lipossolúveis em nosso corpo.

Dieta Dukan – A adesão de pessoas famosas no mundo inteiro levou esta dieta ao topo, tornando-a a mais utilizada em todo o mundo. Ela foi criada pelo doutor Dukan, o que também não a poupou das críticas de médicos e profissionais de saúde em geral. É também uma dieta muito restritiva, parecida com a Dieta da Proteína, mas um pouco mais elaborada, o que facilita sua aplicação.

As desvantagens apontadas por especialistas são muitas, entre as principais podemos destacar o fato de privar o organismo de inúmeras vitaminas, sais minerais e fibras, o que por si só gera certo desequilíbrio no organismo. Além disso, a falta de carboidratos na primeira fase da dieta pode provocar cansaço e tonturas. A carência de carboidratos também pode ser um problema, pois leva o corpo queimar gordura para produzir energia, provocando a liberação de corpos cetônicos no organismo e prejudicando as células.

Outro problema que pode ocorrer também é uma quebra de serotonina, também devido à restrição dos carboidratos na primeira fase, levando ao aumento da irritabilidade e ansiedade, além da insônia e dificuldade de concentração. A ingestão de uma maior quantidade e proteínas pode gerar um aumento da concentração do aminoácido homocisteína na corrente sanguínea, o que pode se a causa de doenças cardiovasculares e tromboses futuramente.

A falta de fibras é outra desvantagem que a dieta Dukan apresenta, pois ela também pode causar constipação intestinal (prisão de ventre), além da sobrecarga nos rins por causa do consumo excessivo de proteínas. A concentração maior destas substâncias, juntamente com as gorduras ainda torna a digestão mais lenta, podendo levar à recorrência de desconforto estomacal.

dieta o masculino
Algumas dietas podem até funcionar, mas somente a reeducação alimentar tornará os resultados mais duradouros. Foto: Shutterstock

Não há milagres!

Se você acha que existe realmente uma maneira de perder peso rápido sem que haja um dano real à saúde, você está muito enganado. O bom funcionamento do corpo exige um equilíbrio entre o que comemos e o que gastamos no desempenho das nossas atividades diárias, por isso a ingestão desorganizada de certas substâncias podem levar ao desenvolvimento de problemas de saúde.

Se você quer perder peso de maneira definitiva e sem colocar a sua saúde em risco, procure um especialista em nutrição, busque um reequilíbrio alimentar, pratique exercícios físicos regulares e, ainda que os resultados demorem um pouco a aparecer, eles serão mais duradouros do que os de alguma dieta que esteja na moda. Você pode até fazer uma dieta de urgência, mas os resultados tendem a desaparecer pouco tempo depois.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA