Conheça o novo tratamento para o aumento da próstata

Conheça o novo tratamento para o aumento da próstata

Tratamento a laser contra o aumento da próstata é bem mais rápido, menos doloroso e com sangramento bem menor do que o convencional.

0
COMPARTILHE
aumento da próstata o masculino
Novo tratamento é mais eficaz, menos dolorido e exige um tempo menor de internação. Foto: Shutterstock

É sempre muito bom receber notícias de avanços na medicina, principalmente quando se tratam de novos caminhos para a cura de doenças mais graves. E a novidades desta vez é a vaporização a laser para o tratamento do aumento da próstata, de uma maneira mais rápida, menos dolorosa e com sangramento menor.

O aumento da próstata, também conhecido como hiperplasia prostática benigna, é bastante comum, acontecendo em quase todos os homens. Os pacientes que sofrem com o problema agora poderão contar com este novo tipo de tratamento, que chegou este ano ao Brasil e ajudará milhares de homens.

Dados da Sociedade Brasileira de Urologia dão conta de que aproximadamente 15 milhões de brasileiros sofrem com a doença, apesar de que muitos não procuram um tratamento eficaz. No mundo, 80% dos homens com mais de 50 anos já tiveram o problema, números que sobrem para 90% nos casos de indivíduos do sexo masculino com mais de 90 anos de idade.

Leia também: 

Tudo sobre próstata

Medicamentos contra o câncer que a indústria não quer

Os sintomas mais comuns incluem uma dificuldade para urinar, a redução da pressão do jato de urina e a e sensação de que a bexiga nunca está vazia.  “Alguns homens podem ser tratados com medicamentos. Outros já precisam de cirurgia”, ressalta Renato Argollo, urologista e cirurgião geral do Hospital Santa Lúcia, em Brasília.

O método mais comum utilizado anteriormente era a ressecção transuretral, que consiste na retirada do excesso da próstata com a um bisturi elétrico, que retira pequenos fragmentos da próstata. “Essa cirurgia tinha muito sangramento”, avalia o especialista, lembrando que outro ponto negativo deste procedimento era o tempo de espera, que contava com um tempo médio de internação de três dias.

Eficácia contra o aumento da próstata

No caso da cirurgia a laser, o excesso da glândula é desintegrado, sendo indicado para pacientes com próstatas de qualquer tamanho, mesmo os que utilizam medicamentos anticoagulantes, o que não era permitido nos demais métodos. Em relação aos efeitos colaterais, o novo tratamento gera pequenos sangramentos e também incontinência urinária.

Entre as principais vantagens podemos citar o fato de que é bem mais rápida e menos dolorosa do que o tratamento convencional, com a vaporização do órgão sendo feita com o laser. Vale destacar ainda que este novo método causa um sangramento menor, possibilitando a liberação do paciente no dia seguinte ao procedimento.

É sem dúvida alguma uma excelente notícia para quem precisa tratar de uma hiperplasia prostática benigna (HPB), que é a doença que causa um aumento na glândula.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA