Esportes: como saber se estou passando dos limites?

Esportes: como saber se estou passando dos limites?

Saiba dicas que o seu corpo dá para avisar que você está passando dos seus limites no esporte e evite problemas!

0
COMPARTILHE
limites o masculino
Alguns sinais do nosso corpo podem indicar quando estamos passando dos limites. Foto: Shutterstock

Ninguém questiona que a prática de esportes ou de exercícios físicos com frequência é essencial para manter a boa forma e, principalmente, para cuidar da saúde do seu corpo. Mas, como tudo nessa vida, a prática excessiva de uma atividade física pode ser tão prejudicial quanto não praticar.

Muitas pessoas acabam se lesionando ou mesmo desenvolvendo algum problema de saúde por causa de uma sobrecarga nos exercícios, o que acaba gerando um resultado contrário ao esperado e atrapalha os planos de entrar em forma. O mais interessante é pensar que não precisa de muita coisa para perceber quando estamos passando dos limites: basta observar os sinais do próprio corpo.

Leia também:

GH: aumente naturalmente a produção do ‘hormônio do crescimento’

Conheça os 7 melhores exercícios do Crossfit

Abdômen definido: veja 7 dicas infalíveis

Vamos apresentar agora alguns truques para saber se você está ou não se exercitando de maneira excessiva, que é sem dúvida alguma a melhora maneira de evitar problemas de saúde.

Como saber se estou passando dos limites?

Observe a sua respiração – Ficar ofegante durante a prática de um esporte ou atividade física pode ser um indício de que você está exagerando. Para os praticantes de corrida, principalmente, este é o teste mais simples: basta você conversar continuamente com alguém enquanto pratica o exercício. Se você começar a ter falta de ar, talvez seja a hora de desacelerar e manter um ritmo mais tranquilo. Assim você evita problemas e terá a possibilidade de ir se desenvolvendo no esporte aos poucos, sem forçar.

Escute seu coração – Não, não estamos falando de sentimentos, mas de esporte mesmo. O coração é a ferramenta mais útil para conhecer melhor seus limites, precisando apenas de um monitor de frequência cardíaca, que é um pequeno dispositivo que mede de maneira instantânea seus batimentos através de dois pequenos eletrodos. Atualmente existe uma variedade de aparelhos, entre relógios de pulso, pulseiras e até mesmo cintas abdominais que são muito eficientes. Normalmente, a taxa cardíaca normal de um adulto (em repouso) é de aproximadamente 65 batidas por minuto. A frequência máxima de cada pessoa pode ser adquirida pela fórmula: 220 – sua idade.

Dores no corpo – Apesar de não ser o mais fácil de identificar, as dores que sentimos no corpo podem dizer muito sobre a maneira com a qual praticamos os exercícios ou esporte. A dificuldade está em saber separar o que é a dor ‘normal’ pela prática da atividade e o que pode indicar que estamos exagerando. Por isso é muito importante que a prática do esporte seja acompanhada por um profissional, pois ele saberá dizer se estamos no caminho certo ou não.

É importante lembrar que cada o corpo de cada pessoa vai reagir de uma forma diferente à mesma carga de exercícios, o que representa a singularidade de cada um na prática do esporte. Na dúvida, diminua seu ritmo e procure a ajuda de um profissional.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA