Conheça o preservativo que muda de cor em caso de DSTs

Conheça o preservativo que muda de cor em caso de DSTs

De acordo com o fabricante, o preservativo S.T.eye. pode alertar por meio de outra coloração caso haja algum tipo de doença sexualmente transmissível.

0
COMPARTILHE
preservativo o masculino
Preservativo que muda de cor foi inventado por três adolescentes na Inglaterra. Foto: Shutterstock

Os avanços tecnológicos e científicos não param de ser anunciados, o que nos deixa sempre impressionados com tudo o que está sendo descoberto e criado. Se você quer mais um motivo para se impressionar, conheça a camisinha que muda de cor quando entre em contato com alguma DST. É isto mesmo! Se você ou sua possuir alguma doença sexualmente transmissível o próprio preservativo irá te alertar sobre isto, o que ajudará vocês a se protegerem melhor, além de procurar um médico para fazer um diagnóstico e o tratamento caso seja necessário.

Preservativo que muda de cor

A invenção foi apresentada durante o TeenTech, um concurso de inovação voltado para adolescentes entre 11 e 16 anos dos colegiais de Illford, na Inglaterra. O evento tem como objetivo apoiar a ciência, tecnologia e a engenharia nas escolas. Neste ano, os alunos foram motivados a criar algo que pudesse fazer com que a tecnologia pudesse tornar a vida melhor, mais simples ou mais fácil e foi esta, entre tantas outras invenções, a resposta que os alunos deram.

Muaz Nawaz, 13 anos, juntamente com Daanyaal Chirag e Shah Ali, ambos de 14 anos criaram o preservativo que já se mostrou eficaz na detecção de doenças como a clamídia, sífilis, herpes e o vírus do papiloma em pleno ato sexual através da mudança de cor da camisinha.

Eles explicaram que o preservativo contém moléculas que mudam de cor quando se deparam com uma doença sexualmente transmissível. O nome dado ao produto pelos próprios criadores foi S.T.eye. Algumas moléculas que foram introduzidas na composição do preservativo é que mudam de cor caso entrem em contato com vírus ou bactérias. Isto acontece já no início da relação sexual, ainda no primeiro contato, tomando cores diferentes para cada doença, sendo azul para a sífilis, roxo para o HPV, amarelo para herpes e verde para clamídia.

preservativo o masculino
O preservativo apresenta uma cor para cada tipo de doença com a qual entre em contato. Foto: Shutterstock

De acordo com os jovens inventores, com esta invenção eles esperam ajudar as gerações futuras para detectar qualquer DSTs, reduzindo o tempo até um diagnóstico e facilitando o tratamento este for necessário. Esta é mais uma invenção simples, mas que quando for realmente aplicada poderá fazer toda diferença na vida das pessoas, pois a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças deve ser sempre a prioridade.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA