Tamanho: é preciso encarar – Feminino no Masculino

Tamanho: é preciso encarar – Feminino no Masculino

Conheça uma história engraçada e a opinião feminina sobre o tamanho do pênis. Nem sempre o que se diz é a verdade absoluta!

4
COMPARTILHE
tamanho o masculino
O tamanho 'ideal' do pênis sempre dividiu opiniões, mas estamos longe de chegar a uma resposta definitiva. Foto: Shutterstock

Mito, senhores, apenas mito essa história de que não é tamanho que conta, e sim o prazer proporcionado. Para boa parte das mulheres, tamanho é, sim, documento. Mas a boa e surpreendente notícia é: isso não significa que os menos dotados não tenham vez.

Passei a pesquisar sobre o assunto após um episódio inusitado. Uma amiga conhece um homem num bloco de Carnaval no Rio de Janeiro. Decide ir para a casa do moço quando o samba já estava no fim. Nem uma hora depois, ela me liga com voz assustada, perguntando se poderia ir para minha casa.

Eu, já acreditando num caso de tentativa de violência, aguardei-a ansiosamente. Quando abri a porta, vi alguém pálida, suada, me pedindo um copo d’água. Deixei-a sentar e acalmar-se. Ela respirou, me olhou e soltou após beber a água toda em um único gole “o pau dele era enorme, não dá”.

Tive um acesso de riso. Mais pelo alívio de não ter sido o caso de parar na delegacia das mulheres do que pelo fato em si. Embora não entenda como alguém pode não gostar de tamanhos maiores, não deixei de refletir sobre a situação.

As mulheres e o tamanho da ‘ferramenta’

tamanho o masculino
O tamanho ideal para uma mulher é mais do que um senso comum, depende também da anatomia dela. Foto: Shutterstock

Então, os rapazes que tanto se vangloriam do tamanho avantajado de seus órgãos genitais encontram naquela bela mulher – loura, alta, padrão de beleza de comercial de cerveja – uma fujona dos pênis acima do padrão médio brasileiro (em torno de 12,5 cm). E agora?

Agora é preciso encarar. A preferência pelo tamanho depende da anatomia de cada mulher e de seus gostos na hora do vamos ver. Um cara com o pênis muito grande pode intimidar, por exemplo, mulheres apreciadoras de sexo anal. Ou outras com o canal vaginal mais curto. Algumas reclamam da dificuldade na hora do sexo oral.

Já boa parte das mulheres não consegue nem começar quando o tamanho está mais para menos. E basta um olhar de decepção para fazer os meninos perderem a ereção. Tenho outra sábia amiga que orienta “não vou para os finalmentes se não coloquei a mão antes”. Aprendi.

Então, meninos, se a moça veio apalpando, deixa ela conferir. Pode evitar desapontamentos e perda de tempo de ambos os lados. E se ela achar o seu número confortável, ponto para o prazer.

4 COMENTÁRIOS

  1. O homem, nesse caso, virou apenas um item então? Fico imaginando o tamanho da repercussão (Negativa, óbvio) que teria se fosse o homem a descriminar uma mulher por alguma característica do corpo dela.

  2. Conheço uma menina (você também) que teve as experiências extremas um namoro com um “cavalo” de 27,5cm e uma tentativa com um sujeito desfavorecido que ostentava 6,5 cm, pelo menos é o que ela achava ao comparar com outros objetos (ele não media). Apesar de gostar dos dois, ela não se sentia bem transando muitas vezes. Um as vezes doia até a coluna e o outro não chegava lá. Mas com o pé de mesa, ela resistiu mais tempo

  3. 12,5 cm? Será que essa não é a média do Japão? Conheço ma mina que tetou namorar um cara muito abaixo (5,5) dessa suposta média. Ela não conseguiu, mesmo gostando do cara.

DEIXE UMA RESPOSTA