Por um mundo com mais sexo olímpico e menos pokemon

Por um mundo com mais sexo olímpico e menos pokemon

Como será que se esconde um pokemon na vagina?

0
COMPARTILHE
pokemon o masculino
A tecnologia pode tanto ajudar quanto atrapalhar você a ter prazer. A escolha é sua! Foto: Shutterstock

Não tenho absolutamente nada contra os passatempos nerds. Só não entendi ainda o que tem de tão legal essa caça ao bonequinho japonês. Pokemon, ao meu ver, era uma coisa já ultrapassada, modinha da década passada deste milênio iniciado há menos de 20 anos.

Leia também:

Ele te agrada quando está pelado?

Cenas de um domingo ousado

Desejos femininos são raízes

Cada um relaxa do jeito que tem vontade, beleza. Só fiquei chocada quando a amiga contou um episódio em que o Incauto objeto de sua paquera, durante um passeio em lugar bucólico no fim de semana, parou tudo porque encontrou os tais pokemons no jardim onde estavam e foi atrás deles.

A moça ficou ali, sentada à beira do caminho, lendo seu livro e bebericando um vinho branco. Mas não conseguiu concentrar-se na leitura. Na sua cabeça só passava a lamentação de ter se formado em humanas e não em programação de software, que era para ver se conseguia colocar um pokemon na altura da sua boceta.

Quem sabe assim o rapaz interessado no bichinho virtual não sucumbiria ao melhor prazer da vida?

E para piorar, enquanto os caçadores de pokemon andam por aí como se fosse coisa mais normal do mundo, li vários comentários puritanos em represália ao atletas olímpicos que estão no Rio  ‘caçando’ mulheres pelos aplicativos de encontros rápidos.

O mais curioso foi perceber que muita gente acha que os esportistas – a maioria na faixa entre 20 e 30 – só estão usando aplicativos de paquera no Rio por causa da ‘fama de puta e facinha’ da brasileira. Heeelloooo?!!!

O que essa gente careta e reprimida (sem falar sexista) pensa que jovens saudáveis fazem nas horas livres, mesmo quando estão viajando a trabalho? Não, meus chuchus, não é caçar pokemon, não. Eles usam a tecnologia para a caça de bichinhos muito mais interessantes…

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA