Ele te agrada quando está pelado?

Ele te agrada quando está pelado?

Mulheres exigentes demais acabam perdendo o melhor da festa

0
COMPARTILHE
pelado o masculino
Alguns detalhes são apenas exageros e podem atrapalhar. Foto: Shutterstock

Nunca me esqueço de uma amiga um dia na praia, que foi cortejada por um homem super bonito (estava só de sunga e todas pudemos avaliar a estampa) e gentil na abordagem. Mas minha amiga cismou com um pequeno detalhe: a pulseira de prata, a seu ver cafona, adornando o pulso direito do atraente e cortês rapaz.

Por outro lado, tenho uma outra amiga linda que costuma dizer “Minha única exigência é que tenha dentes”. Fala isso quase como se justificando, quase como se desculpando. Afinal, as demais implicâncias foram ficando à beira da estrada, como para se livrar do excesso de bagagem pago por estar sozinha.

Leia também: 

Cenas de um domingo ousado

Desejos femininos são raízes

Liberdade, substantivo feminino

Acho as duas situações muito engraçadas, mas tendo a refletir se não nos atentamos a detalhes demais e exigências absurdas em relação aos homens. É claro que, no caso da segunda amiga, tendo a concordar que boca com bom hálito, dentes bem cuidados e saúde em geral são – ou ao menos deveriam ser – básicos na lei da atração entre dois corpos.

Mas tudo é relativo. Tenho um amigo super bonito que sofreu um acidente de carro grave. Saiu vivo, mas perdeu não somente os dentes, mas a ossatura de sustentação. Precisou submeter-se a um tratamento complicado, que lhe privou de dentes por quase um ano. E aí? Complicado, não é?

Os outros itens menores acho mesmo bobagem. Mas foi um aprendizado. Lembro-me quando estava começando um relacionamento aos 25 anos e implicava com a roupa do cidadão. Ele misturava estampas de blusa em seda javanesa (nos idos dos anos 1990 chamadas de ‘camisa de Bali’) com calça jeans tipo ‘Apache’, com detalhes em franja caramelo nas laterais, cinto preto, sapato tipo Dock Side marrom e meias brancas esportivas.

Decidi terminar, mas a amiga 10 anos mais velha e cheia de sabedoria, me alertou: “Ana Paula você gosta dele pelado? Então, querida, tira toda aquela roupa que tanto te incomoda e depois você o ensina a se vestir”.

Ela acabou me dando dicas preciosas sobre como conduzir essa questão. Tipo, ao passear com eles e passar por vitrines, aponte as roupas e diga ao seu companheiro “Você ficaria ótimo se vestindo assim”.

E quando o moço colocar peças que te agradam, encha-o de elogios. Os conselhos deram certo e meu namorado passou a ser a pessoa mais bem vestida, a ponto de os amigos passarem seguir o seu estilo.

Atualmente, sempre fico a pensar sobre essas questões, sobre frescuras tão peculiares a algumas mulheres. Não seria isso ser exigente demais? A vida já é tão complicada, meus chuchus, vamos simplificar.

Estejam mais atentas ao modo como os meninos tratam você, seus amigos e as pessoas ao redor em geral. Até porque ínfimos detalhes podem ser ajeitados. Em geral, os homens são muito abertos a esse tipo de orientação. Muitos deles não tiveram isso em casa ou não conversam sobre moda com os amigos.

Então, porque não ajudar de uma forma carinhosa, em vez descartar o rapaz porque ele não te agrada no visual externo?

Pense nos conselhos da minha sábia amiga: ele é bom pelado? Em caso de resposta positiva, arranque a roupa dele e aproveite o melhor da festa.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA