A favor do sexo caseiro!

A favor do sexo caseiro!

0
COMPARTILHE
sexo caseiro o masculino
Sexo caseiro pode ser divertido e prazeroso, basta apenas murarmos nossos conceitos. Foto: Shutterstock

Em nossa coluna semanal de sexo Ana Paula Cardoso traz uma reflexão sobre o sexo caseiro e dá um puxão de orelha em homens e mulheres sobre o tema

Quando fui convidada para escrever sobre sexo numa revista masculina, minha grande preocupação era desagradar os meninos com minhas visões, digamos, anticonvencionais a respeito de tema tão interessante: sexo. Como eu, uma mulher feminista que nem por isso deixa de compreender os homens ou é inimiga deles, seria recebida pelo público masculino? Passados quase seis meses, acredito que esteja funcionando. Já me sinto à vontade com vocês e, acredito, vocês comigo.

Leia também:

Músicas boas para fazer sexo

Qual foi o pedido mais bizarro que você já escutou durante o sexo?

Movidos a sexo

Então acho que já temos intimidade para dar um puxão de orelha. Que negócio é esse de desprezar sexo no casamento? Sim, é um tal de mulher reclamando que o marido quer sexo toda hora e um tal de marido achando que mulher de casa não é para fazer isto ou aquilo que fico pasma. Em pleno século XXI, gente boa? É sério isso?

Sexo caseiro

Uma vez, ouvi as mulheres reclamando dos maridos “É impressionante, se eu saio do banheiro de toalha, ele já vem cheio de graça”. E a outra responde “E o meu? Não sabe assistir a um filme na televisão quietinho, de mãos dadas. Vem logo esfregando aquele pau duro em mim”.

O que será que as madames queriam? Um eunuco que virasse homem na hora que as puritanas resolvem procriar? Beleza, proponho camisolão longo e de manga comprida com um buraco na altura do ventre, que tal?

Do lado dos homens, adoram reclamar que a esposa não gosta de sexo, que estão sempre com dor de cabeça. Mas ai da patroa se um dia soltar “tenho curiosidade de conhecer uma casa de swing”. Pronto. A casa cai.

Onde já se viu mulher de macho-latino-americano, casada de papel passado, querer fazer essas saliências de mulher da vida? Mesmo que a mulher da vida seja a amante ou a coleguinha de trabalho que ele vive convidando para uma “orgiazinha entre amigos”.

Cansei dessa bobagem toda. Eu quero saber em qual artigo da constituição está escrito que santo de casa não faz o milagre do prazer? Danados de conceitos arraigados na sociedade que se perpetuam, inclusive entre casais jovens. Não sei qual desses cronistas contemporâneos, acho que Xico Sá, escreveu que a grande transgressão atualmente é o tesão pela mulher de casa – ou o homem de casa.

A grande libertinagem é acordar da siesta, depois do macarrão de domingo, e sentir uma vontade danada de agarrar aquela pessoa que está roncando ao seu lado. Sentir atração e vontade de se entregar ao sexo com o companheiro do dia a dia, da dura jornada da rotina, é que é a grande sacanagem gostosa da vida.

Então, meus chuchus, deixa o pau duro roçar na coxa durante o filme. Aperta a pausa e manda um fast foward entre lençóis. Leva a primeira dama do lar para ver uma sacanagenzinha, de repente a dor de cabeça até cura.

Vamos parar de classificar sexo caseiro como algo chato. Não é não, amigos. Chato é reprimir a libido justo com quem a gente decidiu partilhar a cama.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA